PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

EUA: CDC reconhece que covid pode se disseminar por pequenas partículas no ar

16:01 | 05/10/2020

O Centro para o Controle e a Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) dos Estados Unidos afirmou que pequenas partículas que ficam suspensas no ar podem disseminar a covid-19, em uma revisão de diretrizes sobre o assunto. Há algumas semanas, o CDC chegou a admitir a disseminação do vírus pelos chamados aerossóis, mas abruptamente retirou a informação do ar.

A atualização sobre o tema foi feita inicialmente no mês passado, para admitir que poderia haver um papel, potencialmente importante, das pequenas partículas de aerossóis para disseminar o vírus. Mas a agência removeu as mudanças poucos dias depois, com o argumento de que um rascunho de mudanças propostas havia sido divulgado incorretamente.

Mas nas recentes revisões das diretrizes divulgadas nesta segunda-feira, o CDC admite um papel para a transmissão por pequenas partículas em suspensão no ar, mas diz que essa não é a principal forma de transmissão. O vírus é transmitido primariamente por meio de gotículas respiratórias de pessoas que estão fisicamente próximas de alguém com covid-19 ou que tiveram contato direto com elas, afirma o CDC. A agência também reconhece, contudo, evidências de que o vírus pode se disseminar sob certas condições por meio de partículas menores no ar, liberadas por pessoas que estavam há mais de 6 pés (1,83 metro) de distância. "Essas transmissões ocorreram dentro de locais fechados que tinham ventilação inadequada", afirma o CDC. "Às vezes a pessoa estava respirando profundamente, por exemplo ao cantar ou se exercitar."

Em situações como essas, a quantidade de partículas menores infecciosas produzidas por uma pessoa com o vírus poderia se tornar concentrada o suficiente para se disseminar por outras pessoas, segundo o CDC. Pessoas infectadas nesses locais estavam ao mesmo tempo ali com as pessoas infectadas ou entraram pouco depois, comentou o CDC. Os dados disponíveis indicam que é muito mais comum a disseminação por meio do contato próximo com uma pessoa que tenha covid-19 do que pelos aerossóis, acrescentou o órgão. Fonte: Dow Jones Newswires.