Participamos do

Republicanos investem em campanha para confirmar Barrett e impulsionar Trump

08:51 | Set. 27, 2020
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Washington, 27/09/2020 - O comitê nacional do Partido Republicano está colocando a batalha pela confirmação de Amy Coney Barrett na Suprema Corte como questão primordial para eleitores poucas semanas antes do dia da eleição.

A luta pela confirmação será apresentada em uma nova campanha de publicidade digital do comitê nacional republicano de US$ 10 milhões para encorajar os eleitores a retornar as cédulas por correio ou ir às urnas. O partido, em conjunto com a campanha do presidente Donald Trump, está planejando também eventos locais e protestos em todo o país para apoiar a confirmação de Barrett.

O partido está incorporando a nomeação de Barrett nos roteiros usados por funcionários e voluntários quando ligam ou batem na porta dos eleitores, com foco nos eleitores católicos conservadores e evangélicos - particularmente em estados como Wisconsin, Pensilvânia e Flórida, considerados como estados indecisos - ou "swing states".

Preencher a vaga aberta com a morte da juíza Ruth Bader Ginsburg foi uma oportunidade política inesperada para Trump, que ganhou a Casa Branca em 2016 em grande parte porque os conservadores estavam animados em preencher a cadeira aberta com a morte do juiz Antonin Scalia.

O comitê nacional do Partido Republicano apresentou neste sábado um site - ConfirmBarrett.com - para permitir que os apoiadores entrem em contato com os legisladores para instá-los a colocar Barrett na Suprema Corte. Além disso, o site também prevê a arrecadação de fundos para essa batalha pela confirmação.

"Com um esforço total a partir de agora até que a indicada do presidente Trump seja confirmada, nossas equipes irão expor o partidarismo democrata, promover fortemente as qualificações da juíza Barrett e usar esta questão para incentivar os eleitores a ir às urnas em novembro", disse presidente do comitê nacional republicano, Ronna McDaniel.

Fonte: Associated Press

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags