PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Furacão Sally provoca enchentes na Flórida e no Alabama

00:03 | 22/09/2020
Ao menos uma pessoa morre e outra está desaparecida devido à passagem do furacão, que é rebaixado para tempestade tropical. Mais de 570 mil residências e lojas comerciais estão sem eletricidade nos dois estados.O furacão Sally atingiu os estados da Flórida e do Alabama, no sudeste dos Estados Unidos, nesta quarta-feira (16/09), causando chuvas torrenciais, que inundaram ruas e edifícios. Ao menos uma pessoa morreu na cidade de Orange Beach, no Alabama, e outra está desaparecida, também no estado. Sally atingiu a cidade de Gulf Shores, no Alabama, na manhã de quarta-feira como um furacão de categoria 2, com ventos de até 165 km/h, e deixou milhares de pessoas sem eletricidade. Ainda na noite de quarta, os ventos caíram para 55km/h, e o furacão foi rebaixado para tempestade tropical. Doze horas depois de chegar à costa dos dois estados, a tempestade já havia provocado enchentes, inundado ruas e residências e derrubado árvores e postes de luz. Mais de 570 mil residências e lojas comerciais estão sem eletricidade nos dois estados. "Sally tem uma característica pouco comum: avança de forma muito lenta, o que agrava os riscos de inundações", disse o diretor-adjunto do Centro Nacional de Furacões dos EUA, Ed Rappaport. Uma das cidades mais atingidas é Pensacola, na Flórida, onde as ruas viraram rios e ao menos 377 pessoas foram resgatadas de áreas inundadas, incluindo uma família de quatro pessoas encontradas numa árvore, segundo as autoridades locais. Uma réplica de uma caravela de Cristóvão Colombo, a Niña, que estava atracada na zona portuária de Pensacola, sumiu do local, disse a polícia. Na costa do Alabama, portos e plataformas de petróleo foram fechados. A governadora do estado, Kay Ivey, pediu aos moradores das áreas afetadas para que não saiam de casa. Ivey havia declarado estado de emergência na segunda-feira, antes da chegada do furacão ao estado. O governador da Flórida, Ron DeSantos, também declarou estado de emergência em 13 cidades, incluindo a capital, Tallahassee. Ele alertou as pessoas a permanecerem vigilantes enquanto Sally se dirige para o interior, avisando que uma grande enchente pode ocorrer em seguida. Segundo os metereologistas, Sally está se movendo para o norte, em direção aos estados da Geórgia, da Calorina do Sul e da Carolina do Norte, e deve perder ainda mais força esta quinta. Na Geórgia, a tempestade tropical já deixou sem luz cerca de 22 residências e lojas comerciais. Sally foi a 18ª tempestade com nome no Atlântico e a oitava tempestade tropical ou furacão a atingir os Estados Unidos este ano. Semanas atrás, furacão Laura matou seis pessoas no estado de Louisiana. JLO/rtr/ap/lusa
TAGS