Participamos do

Das roupas ao apartamento, professora usa artigos na cor rosa

A professora de 32 anos vive essa dinâmica há tanto tempo que a última vez que ela utilizou uma peça de roupa de outra cor, por sua própria vontade, foi há 13 anos
07:37 | Set. 16, 2020
Autor Redação O POVO
Foto do autor
Redação O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Yasmin Charlotte, professora na cidade de Thun, na Suíça, decidiu mudar radicalmente a forma com que ela se relaciona com a cor rosa. Desde pequena, sua paixão por tons de blush e chiclete a impulsionaram a utilizar, em sua fase adulta, apenas utensílios na cor rosa.

Sapatos, roupas, meias, lençóis, tapetes, toalhas, cortinas e outros acessórios usados em casa possuem são rosa. A professora de 32 anos vive essa dinâmica há tanto tempo que a última vez que ela utilizou uma peça de roupa de outra cor, por sua própria vontade, foi há 13 anos.

Em um funeral, ocorrido há dois anos, Yasmin teve que pedir emprestada uma vestimenta preta a uma amiga, já que seu guarda-roupa não possuía nada que tivesse outra cor senão rosa.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Charlotte lembra que a última vez que precisou ir a um funeral, pediu uma roupa emprestada
Charlotte lembra que a última vez que precisou ir a um funeral, pediu uma roupa emprestada (Foto: Arquivo Pessoal)

"Voltar para casa, para meu apartamento rosa, me acalma depois de um dia estressante. É como um cobertor confortável para mim. Eu não possuo nada que não seja rosa. É muito estranho usar outra coisa", disse a professora em entrevista ao jornal britânico Daily Mail.

A mulher ainda ressaltou que não se arrepende do valor empregado para tornar seu sonho realidade, acreditando que cada centavo gasto valeu à pena. "É difícil descrever o quando eu amo rosa. É uma cor tão feminina, suave, brilhante e feliz", finalizou Charllote.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags