PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Plantas 'invadem' prédios na China e moradores abandonam imóveis

O complexo de oito edifícios experimentais foi construído em 2018 na grande cidade de Chengu, capital da província de Sichuan. Na época, o projeto era descrito como "uma floresta vertical"

15:22 | 15/09/2020
Registros do início de setembro mostram edifícios de aparência negligenciada, com miniflorestas que se estendem por muitas varandas e paredes externas (Foto: AFP)
Registros do início de setembro mostram edifícios de aparência negligenciada, com miniflorestas que se estendem por muitas varandas e paredes externas (Foto: AFP)

Os prédios "vegetalizados" de um conjunto residencial no sudoeste da China, com plantas exuberantes nas varandas dos apartamentos, estão sendo cobertos com sua própria vegetação a ponto de os moradores abandonarem suas casas.

 O complexo de oito edifícios experimentais foi construído em 2018 na grande cidade de Chengdu, capital da província de Sichuan. Na época, o projeto era descrito como "uma floresta vertical".Os apartamentos desta área residencial, denominada "Jardim da Floresta Qiyi", têm varandas com vegetação abundante, dando aos edifícios a aparência de uma pequena selva.

 De acordo com o site da incorporadora, os 826 apartamentos à venda foram vendidos muito rapidamente em abril de 2018.Vídeos feitos no início de setembro mostram, porém, edifícios de aparência negligenciada, onde a vegetação parece ter invadido literalmente o local. Nas imagens, uma minifloresta se estende por muitas varandas e paredes externas.

Veja galeria fotos dos prédios:

Clique na imagem para abrir a galeria

 Alguns apartamentos parecem movimentados, com luz dentro, plantas bem cuidadas e móveis na varanda. Em muitos outros, essas áreas externas estão cobertos por vegetação abandonada. Apenas cerca de dez famílias se mudaram para o bairro, de acordo com o jornal "Global Times". A baixa taxa de ocupação se deve à presença de muitos mosquitos, que proliferam por causa da vegetação, disseram os moradores ao jornal.