PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Se Brexit for violado, União Europeia diz que não ratifica acordo com Reino Unido

15:13 | 11/09/2020
O Parlamento Europeu confirmou, por meio de comunicado, que não ratificará qualquer acordo comercial com o Reino Unido caso o pacto do Brexit seja violado, como sinalizou o governo britânico.
"Se as autoridades do Reino Unido violarem - ou ameaçarem violar - o Acordo de Retirada, através da Lei do Mercado Interno do Reino Unido na sua forma atual ou de qualquer outra forma, o Parlamento Europeu não irá, em nenhuma circunstância, ratificar qualquer acordo entre a UE e o Reino Unido", diz o documento.
De acordo com o comunicado, os líderes do Parlamento Europeu estão "profundamente preocupados e desapontados" com o Reino Unido. O premiê britânico, Boris Johnson, encaminhou nesta semana ao legislativo um projeto de lei que ignora alguns dos compromissos firmados com a UE no ano passado, como o que se refere à Irlanda do Norte.
"A Lei do Mercado Interno prejudica gravemente a confiança e credibilidade que o Parlamento Europeu já afirmou ser 'um elemento essencial de qualquer negociação', colocando assim em risco as negociações em curso sobre a relação futura", ressalta o Parlamento Europeu.
Os líderes europeus também disseram que apoiam o negociador da UE para o Brexit, Michel Barnier, em um pedido para que o governo britânico desista das medidas até o final de setembro.
"No que diz respeito ao resultado da oitava rodada de negociações, o Parlamento Europeu continua empenhado numa parceria ambiciosa com o Reino Unido. Estamos decepcionados com a contínua falta de engajamento recíproco do lado do Reino Unido nos princípios e interesses fundamentais da UE", reforça o documento.