PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Trump é retirado de coletiva de imprensa após disparos de tiros do lado de fora da Casa Branca

Presidente dos Estados Unidos falava sobre eleições no país quando saiu do local; informação é de tiros na parte externa do local

Bemfica de Oliva
19:31 | 10/08/2020
Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump (Foto: Mandel Ngan / AFP)
Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump (Foto: Mandel Ngan / AFP)

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi retirado às pressas de uma coletiva de imprensa na Casa Branca na noite desta segunda-feira, 10. Segundo informação dada pelo próprio Trump ao retornar para os repórteres, houve tiros na parte externa do local, e o suspeito foi contido por agentes do Serviço Secreto estadunidense.

Após cerca de oito minutos com a coletiva interrompida, Trump retornou ao púlpito, informou sobre os tiros e deu prosseguimento à coletiva. Durante a sessão de perguntas, repórteres indagaram sobre o atentado. Ele afirmou não ter grandes informações, além de que o fato aconteceu fora dos muros da Casa Branca e que o Serviço Secreto teria uma nota à imprensa após o fim da entrevista.

Trump havia agendado a coletiva para falar sobre as eleições presidenciais dos Estados Unidos. Ele já chegou a sugerir o adiamento do pleito, cuja data está definida na Constituição do país como a primeira terça-feira após o dia 1º de novembro. Devido à pandemia do coronavírus, que já contaminou mais de 5 milhões de pessoas e levou mais de 160 mil a óbito nos Estados Unidos, o processo eleitoral deste ano terá votações por correio.