PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Bombeiros da Califórnia lutam contra incêndio no leste de Los Angeles

Os recordes de seca na vegetação, baixa umidade e temperaturas elevadas alimentam as chamas, informou o Serviço Florestal

08:22 | 03/08/2020
Cavalos pastam quando as chamas do fogo da Apple contornam uma cordilheira em uma área residencial de Banning, Califórnia, em 1º de agosto de 2020 (Foto: JOSH EDELSON / AFP)
Cavalos pastam quando as chamas do fogo da Apple contornam uma cordilheira em uma área residencial de Banning, Califórnia, em 1º de agosto de 2020 (Foto: JOSH EDELSON / AFP)

Mais de 2.200 bombeiros da Califórnia lutavam contra um incêndio que ameaça moradores perto da cidade de San Bernardino, situada a uma centena de quilômetros de Los Angeles.

O chamado "Apple Fire", que foi declarado na tarde de sexta-feira, já devastou mais de 8.300 hectares no Cherry Valley e a floresta nacional de San Bernardino, no sul da Califórnia.

Os recordes de seca na vegetação, baixa umidade e temperaturas elevadas alimentam as chamas, informou o Serviço Florestal.

A fumaça produzida pelo incêndio era visível a vários quilômetros, o que gerou um alerta sobre a qualidade do ar na noite de sábado.

Ao menos 2.600 residências foram abandonadas e quase 7.800 pessoas deixaram a região.

Durante a madrugada, mais de 2.260 bombeiros, auxiliados por helicópteros e caminhões, estavam mobilizados na área.

Durante a noite, os bombeiros conseguiram controlar 5% do incêndio.

Espera-se que o incêndio continue fortemente ativo nas próximas horas, devido às altas temperaturas e à seca.

Uma investigação está em curso para determinar a origem do incêndio, que pode ser criminoso.