PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Médico chinês que alertou sobre coronavírus e recebeu reprimenda morre da doença

Ele foi acusado de "espalhar rumores online" e de "perturbar seriamente a ordem social" e teve que prestar depoimento à polícia local

15:37 | 06/02/2020
O médico chinês Li Wenliang morreu nesta quinta-feira, 6, na cidade de Wuhan, em decorrência do coronavírus. Ele ganhou notoriedade por ter sido um dos primeiros agentes de saúde a divulgar os riscos da infecção do novo vírus.
A divulgação de Li Wenliang sobre o perigo representado pelo coronavírus lhe custou uma reprimenda por parte do governo de Wuhan. Ele foi acusado de "espalhar rumores online" e de "perturbar seriamente a ordem social" e teve que prestar depoimento à polícia local.
Segundo a TV americana CNN, o médico estava internado em Wuhan desde 12 de janeiro. Ele contraiu coronavírus de um paciente seu. No Twitter, a Organização Mundial da Saúde (OMS) lamentou a morte de Li. "Nós estamos profundamente tristes com a morte do Dr. Li Wenliang. Todos nós precisamos celebrar o trabalho que ele fez", tuitou a OMS.