PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Cerca de 100 adolescentes brigam e usam facões durante exibição de Frozen 2 na Inglaterra

Cinco foram apreendidos pela Polícia, que chegou a usar armas de eletrochoque e cachorros para conter o distúrbio

16:13 | 25/11/2019
"O grupo correu para dentro das salas de cinema e depois chegou a Polícia, foi uma das experiências mais assustadoras da minha vida", contou testemunha (Foto: Reprodução/Frozen)

Cinco adolescentes, entre eles uma garota de 13 anos, estão detidos após briga durante a exibição do filme Frozen 2, sequência da animação lançada pela Disney em 2014, em Birmingham, Reino Unido. Eles estavam entre os cerca de 100 jovens envolvidos no tumulto de sábado, 23. Alguns estavam portando facões. A desordem terminou com a evacuação do cinema e ação da Polícia.

“Dezenas de oficiais foram enviados ao complexo após uma ligação reportando que um grupo de jovens estava com facas”, explicou o porta-voz da Polícia, segundo o jornal britânico The Independent. Ao todo, dois facões e uma faca foram apreendidos. Sete policiais terminaram com ferimentos leves. Durante a ação, os agentes de segurança chegaram a utilizar armas de eletrochoque devido a “resposta hostil” do grupo.

Investigadores afirmam que as razões para o confronto ainda são desconhecidas, mas apuram a possibilidade do ato ter sido uma luta organizada entre grupos rivais. Choleigh McGuire, testemunha ocular do enfrentamento, estava na fila para comprar ingressos quando a confusão começou. “Um grupo de garotas atacou outra garota e tudo começou”, escreveu no Twitter. “O grupo correu para dentro das salas de cinema e depois chegou a Polícia. Foi uma das experiências mais assustadoras da minha vida”, completou.

Outra testemunha, Rachael Alisson, afirmou ter visto “uma criança com a mãe no chão, chorando” quando a briga começou. “A Polícia mandou todos saírem do cinema, eles estavam com tasers e com cachorros”, revelou a mulher. Dos detidos na ação, dois são garotos de 14 anos, duas meninas de 13 e um homem de 19. O cinema ficou fechado pelo resto do dia e os investigadores agora buscam informações sobre outros envolvidos.