PUBLICIDADE
Mundo
Noticia

Professor compra atestado de tuberculose para prolongar feriado

A escola pagou por exames para identificar possível contaminação entre os alunos

12:28 | 05/11/2019
Professor compra atestado de tuberculose para prolongar feriado
Professor compra atestado de tuberculose para prolongar feriado (Foto: REPRODUÇÃO/ ASIAWIRE)

Um professor de inglês da cidade de Hohhot, na China, comprou um diagnóstico falso de tuberculose para ter suas férias prolongadas. Segundo o jornal Mirror, o docente pagou 52 libras esterlinas, equivalente a R$ 270 com a falsificação. Até 31 de outubro, a escola custeou os exames de todos os alunos para identificar possíveis casos de tuberculose na sala de aula.

Du, como o professor é conhecido, entregou o atestado no dia 10 de outubro à direção da escola, pouco antes de dois alunos apresentarem sintomas semelhantes à doença. Após a preocupação dos pais sobre Du ter passado a doença para os filhos, a escola arcou com os exames e tratamentos dos jovens.

Professor compra atestado de tuberculose para prolongar feriado
Professor compra atestado de tuberculose para prolongar feriado (Foto: REPRODUÇÃO/ ASIAWIRE)

Para voltar a lecionar no ambiente, Du teve que apresentar provas de que não tinha mais a doença, dessa vez ele fez exames de verdade, e gastou o equivalente a R$ 180. No entanto, os pais desconfiaram da rápida cura do professor. Ele foi submetido a novos exames que mostraram que ele nunca teve tuberculose, e que na verdade havia falsificado o diagnóstico que entregou à escola.

O professor admitiu o erro, alegando que não havia percebido a gravidade da tuberculose quando decidiu usá-la como desculpa. Os pais estão cobrando melhorias na direção da escola após o ocorrido. A diretora da instituição não confirmou se ele continuará ou não no emprego.