PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Em carta a Tusk, Johnson confirma concordância com extensão do Brexit

16:43 | 28/10/2019
Em carta ao presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, confirmou que concorda com a extensão da data do Brexit por três meses, até janeiro.
Mesmo assim, Johnson destacou que a extensão "indesejada" está "prejudicando nossa democracia e a relação entre nós e nossos amigos europeus". Ele acrescenta que preferiria que o Parlamento britânico, que aceitou sua proposta de acordo mas rejeitou a tramitação acelerada dela, procedesse direto à ratificação do pacto.
Por medo de que o Parlamento continue a advogar por uma extensão, Johnson reitera na carta ter convocado eleições no país. "Vou evitar que este Parlamento simplesmente estenda nossa condição de membro de novo e de novo", afirmou.