PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Paramédico especializado em aviação morre após dois paraquedas não abrirem

O homem estava realizando um treino de rotina. Os médicos disseram à mídia russa que Prokhorov morreu no local, logo após colidir com o chão

22:55 | 10/10/2019
Foto do vídeo filmado durante a queda do paramédico.
Foto do vídeo filmado durante a queda do paramédico. (Foto: Reprodução/East2west News)

Mikhail Prokhorov, de 35 anos, morreu depois de pular de um pequeno helicóptero na Rússia. Nenhum dos dois paraquedas abriu. As informações são dos sites Daily Mail e Mirror.

Após o dispositivo de diminuição de velocidade principal não funcionar, o homem ainda tentou utilizar o reserva, mas os dois se entrelaçaram um no outro e ficaram presos em seu pescoço. Não foi informado o dia que o acidente ocorreu.

A 800 metros do chão, a queda era apenas um treino de rotina do seu trabalho, que atendia a acidentes de aviação em toda a Rússia. Por causa de sua vasta experiência profissional, era a 35ª vez que realizava o paraquedismo em sua vida.

Os médicos disseram à mídia russa, de acordo com o portal Mirror, que Prokhorov morreu no local, logo após colidir com o chão.

Segundo o site Daily Mail, o Comitê de Investigação da Rússia iniciou uma investigação preliminar para saber se o caso foi acidental ou não. Com isso, decidirão se as autoridades devem abrir um caso criminal sobre o ocorrido.

A situação mobilizou familiares e conhecidos na internet. Um amigo próximo, Stanislav Kiselev, postou em suas redes sociais uma homenagem. “Meu grande amigo, Mikhail Prokhorov morreu. Ele era um homem brilhante e gentil, sempre preparado para ir a resgate. Fazendo seu trabalho, ele salvou múltiplas vidas”, conta Kiselev.