PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Neozelandeses entregam armas após massacre em Christchurch

00:04 | 14/07/2019
Primeiro de 258 eventos de entrega de armas semiautomáticas é realizado na Nova Zelândia. Esquema de recompra foi introduzido após ataques a mesquitas matarem 51 muçulmanos em meados de março na cidade neozelandesa.Dezenas de pessoas entregaram, neste sábado (13/07), as suas armas em troca de dinheiro na cidade de Christchurch, no primeiro dos 258 eventos desse tipo planejados na Nova Zelândia. O evento acontece quatro meses depois da pior mortandade que aconteceu em tempos de paz no país, quando ataques a duas mesquitas de Christchurch provocaram a morte de 51 pessoas e fizeram dezenas de feridos, em meados de março. Em abril, os legisladores neozelandeses aprovaram uma nova lei para proibir os chamados armamentos de estilo militar, que incluem muitos tipos de armas semiautomáticas. A polícia neozelandesa disse que pagou mais de 430 mil dólares neozelandeses (cerca de 1 milhão de reais) a 169 proprietários que entregaram 224 armas durante o evento. O dinheiro foi depositado nas contas bancárias dos donos dos armamentos. O governo reservou mais de 200 milhões de dólares neozelandeses (500 milhões de reais) para recomprar armas de assalto semiautomáticas, como o fuzil AR-15. Nos ataques às mesquitas em Christchurch, foi usada uma variante desse fuzil de assalto. Nesse esquema de recompra, os proprietários de armas são ressarcidos entre 25% e 95% do preço (sem taxas) de uma arma nova, dependendo da condição de seu equipamento. Um proprietário de armas disse ao Herald neozelandês que estava satisfeito com os 13 mil dólares neozelandeses (por volta de 32 mil reais) que recebeu por sua arma de caça semiautomática, apesar de suas dúvidas iniciais. "Eu não achava que seria um processo justo. Mas o resultado foi bom", afirmou ao jornal o proprietário que preferiu ficar no anonimato. Os proprietários têm até dezembro para entregar as suas armas agora proibidas. A polícia disse que ao menos 14 mil armas no país estão proibidas pela nova legislação. A atitude dos proprietários de armas de fogo que participaram do evento foi "excelente", disse o policial Mike Johnson em comunicado. "Eles realmente se engajaram no evento hoje aqui e tivemos feedbacks positivos", acrescentou. Com uma população de pouco menos de 5 milhões de habitantes, há entre 1 milhão e 1,5 milhões de armas na Nova Zelândia e 250 mil proprietários de armas licenciadas. Segundo o estudo Small Arms Survey (Pesquisa de Pequenas Armas), a Nova Zelândia ocupa a 17ª posição mundial em termos de propriedade de armas por civis. CA/rtr/lusa

Fonte: DW | dw-world.de

TAGS