PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Militares são presos por morte de capitão na Venezuela

05:39 | 02/07/2019
Dois militares foram apresentados à Justiça na segunda-feira, 1º, pela morte de um oficial que havia sido detido na quinta-feira por vínculos com um plano para depor e assassinar o presidente Nicolás Maduro.
Ascanio Antonio Tarascio e Estiben José Zarate, ambos da Guarda Nacional, são acusados pelo homicídio de Rafael Acosta Arévalo, morto no sábado, após ser brutalmente "torturado", segundo ONGs. (Com agências internacionais)
As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Agência Estado