PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Investigações indicam que incêndio na Notre-Dame não foi criminoso

05:07 | 27/06/2019
A Procuradoria de Paris informou ontem, após uma investigação preliminar, que "nenhum elemento" sustenta a tese de origem criminosa para o incêndio que devastou parte da Catedral de Notre-Dame em abril. Outras pistas estão sendo investigadas, incluindo um mau funcionamento do sistema elétrico ou um cigarro mal apagado, informou a Procuradoria, acrescentando que três juízes de instrução darão prosseguimento ao caso.
Desde o incêndio, entre 60 e 150 pessoas trabalham no local, retirando os escombros e buscando estabilizar a estrutura. O presidente francês, Emmanuel Macron, prometeu que o monumento será reconstruído em até cinco anos. (Com agências internacionais)
As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Agência Estado