PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Irã diz que pode exceder limite de enriquecimento de urânio se Europa não agir

20:23 | 26/06/2019
O Irã superará os limites estabelecidos no acordo de 2015 de enriquecimento de urânio, a menos que Reino Unido, França e Alemanha atuem com medidas práticas para preservar a iniciativa, afirmou o embaixador iraniano na Organização das Nações Unidas, Majid Takht Ravanchi, nesta quinta-feira. A autoridade disse que o acordo está "agora em condição crítica".
Fechado em 2015, o acordo prevê que o Irã controle seus níveis de enriquecimento de urânio, em troca da retirada de sanções. Os EUA, porém, abandonaram a iniciativa em maio de 2018 e voltaram a impor sanções contra Teerã. O Reino Unido, a Alemanha, a França e outros três países da União Europeia afirmaram que o Irã deve cumprir o acordo e evitar medidas que possam representar uma escalada.
Ravanchi, por sua vez, disse que a "guerra econômica dos EUA" fazia na prática com que o acordo fosse "respeitado apenas por uma parte", o próprio Irã. Fonte: Associated Press.

Agência Estado