PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Merkel nega ter retirado apoio a presidente de seu partido como futura chanceler

09:24 | 29/05/2019
A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, negou ter declarado a presidente de seu partido, Annegret Kramp-Karrenbauer, incapaz de governar o país. A Bloomberg publicou ontem declarações anônimas de dois funcionários do governo alemão, segundo os quais Merkel não confia em Kramp-Karrenbauer para assumir o posto de chanceler e estaria cada vez mais decidida a se manter no cargo até o fim do mandato parlamentar, em 2021.
Kramp-Karrenbauer, considerada a favorita de Merkel para sua sucessão na presidência da União Democrata-Cristã (CDU, na sigla em alemão), assumiu a liderança do partido em dezembro. Desde então, tem focado seus esforços na reconciliação entre membros conservadores e centristas, num momento em que o partido perde apoio e registrou sua pior votação numa disputa nacional desde a Segunda Guerra na eleição para o Parlamento Europeu. Kramp-Karrenbauer ainda foi criticada por declarações sobre Youtubers que foram vistas por alguns no país como um risco de censura. Merkel a defendeu e lembrou do compromisso com a liberdade de expressão da CDU. Fonte: Associated Press

Agência Estado