PUBLICIDADE
Notícias

Atentado na cidade síria de Idlib mata 17

13:59 | 18/02/2019

Pelo menos 17 pessoas, incluindo quatro crianças, morreram nesta segunda-feira em duas explosões sucessivas na cidade de Idlib, capital da província de mesmo nome, dominada pela organização jihadista Hayat Tahrir al Sham (HTS), no noroeste da Síria, relatou o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

HTS, uma aliança dominada pela antiga facção síria da Al-Qaeda, controla a região de Idlib, onde também estão presentes rebeldes e células adormecidas do grupo Estado Islâmico (EI).

Por enquanto, nenhum grupo reivindicou o atentado, que também fez 51 feridos, de acordo com o último balanço do OSDH.

Primeiro, uma bomba escondida debaixo de um carro explodiu em Idlib.

Depois, "quando as pessoas se aglomeraram no local e as ambulâncias chegaram", uma segunda bomba em uma motocicleta explodiu, relatou o OSDH.

O ataque ocorreu em uma rua onde se encontra o conselho local administrado pelo "Governo de Salvação", a instituição que a HTS criou para governar a província, explicou.

A província de Idlib passou ao controle da HTS em 11 de janeiro, depois de combates que duraram vários dias contra uma aliança rebelde.

No sábado, o OSDH informou que 18 civis, incluindo oito crianças, foram mortos em atentados realizados pela artilharia do governo sírio.

tgg/bek/gkzm/age/zm/age/mr

AFP