PUBLICIDADE
Notícias

Londres e Moscou retomam diálogo, interrompido há 11 meses

12:17 | 16/02/2019

Membros dos governos britânico e russo se reuniram neste sábado (16), na Alemanha, retomando de forma oficial o diálogo de mais alto nível entre Londres e Moscou, depois de paralisarem as suas relações diplomáticas em março de 2018, em decorrência do caso Skripal.

O secretário britânico de Estado para a Europa, Alan Duncan, e o vice-ministro russo das Relações Exteriores, Vladimir Titov, se reuniram à margem da conferência em Munique sobre segurança, anunciou o Foreign Office em um comunicado. O ministério confirmou à AFP que se tratava de um primeiro encontro bilateral a nível governamental em 11 meses.

Durante a reunião, Alan Duncan assinalou que as divergências entre os dois países seguiam sendo "profundas" e pediu à Rússia que "escolhesse uma via diferente" e atuasse como um "sócio responsável", afirmou o ministério.

Duncan "reiterou a posição firme do Reino Unido e de seus aliados frente ao uso irresponsável pela Rússia de armas químicas em Salisbury".

Em 4 de março de 2018, o ex-espião russo Sergei Skripal, instalado em Salisbury, sudoeste da Inglaterra, e sua filha Yulia, foram alvo de uma tentativa de envenenamento com Novichok, uma substância neurotóxica de concepção soviética. Ambos acabaram se recuperando depois de permanecerem várias semanas internados em estado crítico.

AFP