PUBLICIDADE
Notícias

Economistas dizem que nova paralisação do governo prejudicaria PIB dos EUA

19:48 | 07/02/2019
Economistas avaliam que uma nova paralisação parcial (shutdown) do governo representaria um revés para o crescimento dos Estados Unidos, bem como para o sentimento das empresas e dos consumidores, conforme se aproxima o prazo para se buscar um acordo para financiar o muro na fronteira com o México desejado pelo presidente Donald Trump. Para 58,9% dos economistas do setor privado ouvidos nos últimos dias pelo Wall Street Journal, um novo shutdown iria ter "algum" impacto no crescimento, enquanto 16,1% projetam impacto significativo.
Analistas destacam que o problema prejudicaria a confiança das empresas e dos consumidores bem mais que no mais recente episódio do tipo. Para 25% dos analistas consultados, o impacto seria pequeno.
O Congresso e a Casa Branca tem até 15 de fevereiro para chegar a um acordo sobre os gastos, inclusive a questão do muro. Trump ameaça paralisar novamente o governo ou decretar emergência nacional para garantir a barreira fronteiriça.
Economistas acreditam que a probabilidade de uma recessão no próximo ano era de 25%. Em outra questão, 45,7% dos analistas disseram que a próxima recessão pode ter seu início em 2020, enquanto 39,1% acreditam que ela poderia começar em 2021. Fonte: Dow Jones Newswires.
TAGS