PUBLICIDADE
Notícias

Irã promete frustrar tentativa dos EUA de prejudicar exportações de petróleo

10:07 | 01/07/2018
O Irã garantiu neste domingo (1) que frustrará o plano dos Estados Unidos de evitar a venda de seu petróleo no exterior e alertou a Arábia Saudita para sua tentativa de substituí-lo no mercado internacional.
"Certamente, faremos algo para frustrar o slogan dos Estados Unidos segundo o qual é preciso conter o petróleo do Irã", afirmou o vice-primeiro-ministro iraniano, Eshagh Jahangiri, em discurso exibido na televisão.
 
"O governo tem um plano (...) e nós temos certeza de que, com a graça de deus, seremos capazes de vender nosso petróleo", disse. 
 
O Departamento de Estado americano pediu nesta terça-feira para todos os países do mundo - inclusive China e Índia, grandes clientes do Irã - deixarem de importar petróleo iraniano até 4 de novembro, sob ameaça de sanções.
 
Os Estados Unidos decidiram em maio restabelecer as sanções contra o Irã e sair do acordo histórico que assinaram com outras potências sobre o programa nuclear do país em 2015. 
 
O presidente americano, Donald Trump, disse neste sábado que a Arábia Saudita concordou, a seu pedido, em aumentar sua produção de petróleo para suplementar a queda da produção do Irã e da Venezuela.
"Agora, eles suplicam aos sauditas para aumentarem sua produção, de modo que, se a produção do Irã diminuir, não aconteça nada nos mercados. Eles acham que é simples assim", criticou Jahangiri.

O vice-primeiro-ministro ainda lançou um alerta à Arábia Saudita: "Neste combate, todo país que quiser tomar o lugar do Irã no mercado de petróleo será culpado de alta traição contra a nação iraniana (...) e certamente um dia pagará o preço desta traição". 
 
Irã e Arábia Saudita romperam relações diplomáticas em 2016. 

AFP

TAGS