PUBLICIDADE
Notícias

Entenda por que o novo premiê da Espanha não jurou sobre a Bíblia

O líder socialista Pedro Sánchez preferiu fazer o juramento sobre a Constituição do País. Gesto é inédito na democracia espanhola

16:30 | 02/06/2018
NULL
NULL

Pela primeira vez na história da Espanha, desde a redemocratização em 1975, um premiê tomou posse sem fazer juramento sobre a Bíblia. O socialista Pedro Sánchez dispensou símbolos religiosos e optou por jurar sobre um exemplar da Constituição do País. A posse ocorreu neste sábado, 2, em substituição ao conservador Mariano Rajoy, deposto do poder pelo Parlamento.

[FOTO1]

"Prometo, por minha consciência e honra, cumprir fielmente as obrigações do cargo de presidente do Governo, com lealdade ao rei, guardar e fazer cumprir a Constituição como norma fundamental do Estado, assim como manter segredo das deliberações do Conselho de Ministros", jurou o socialista.

 

[FOTO2]

Líder do Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE), Pedro Sánchez é um economista de 46 anos, sendo o primeiro chefe de governo que chega ao cargo depois de ganhar uma moção de censura, a qual derrubou Rajoy.  

 

Sánchez se declara ateu e é contra o ensino religioso nas escolas. Ele defende que o Estado seja completamente desvinculado de qualquer religião. Embora esse tenha sido o protocolo seguido por todos os primeiros-ministros da Espanha desde 1975, desde 2014 o uso de símbolos religiosos na posse não é obrigatório. Rajoy, antecessor de Sánchez, seguiu o costume tradicional.  

 

Redação O POVO Online

TAGS