PUBLICIDADE
Notícias

Quatro mortos em manifestações de castas consideradas inferiores na Índia

10:44 | 02/04/2018
Manifestantes ao fundo gesticulam e gritam. alguns com rosto rosto protegidos para não inalar fumaça e/ou não serem recnhecidos, semiencobertos por fumaça disparada por policiais
Manifestantes ao fundo gesticulam e gritam. alguns com rosto rosto protegidos para não inalar fumaça e/ou não serem recnhecidos, semiencobertos por fumaça disparada por policiais

[FOTO1]Ao menos quatro pessoas morreram nesta segunda-feira em manifestações de membros de castas inferiores na Índia, que protestavam contra uma decisão da Suprema Corte.

 

 

[SAIBAMAIS]

No mês passado, a corte anulou uma lei que obrigava a prisão sistemática de suspeitos de discriminar ou agredir pessoas de castas mais baixas, argumentando que esta lei poderia ser usada de forma abusiva. Após a decisão, várias organizações de "dalits" (anteriormente conhecidos como "intocáveis"), representando uma população de 200 milhões de pessoas, do total de 1,25 bilhão de habitantes da Índia, iniciaram uma greve geral.

 [FOTO2]

Houve protestos em vários estados do norte, como Punjab, Biahr e Rajasthan. Em Madhya Pradesh (centro), quatro pessoas morreram nas manifestações, indicou à AFP Rishi Kumar Shukla, funcionário da polícia estadual. "A situação está agora sob controle", disse ele.

 

Embora a discriminação dos "dalits" seja proibida pela Constituição, é uma realidade para milhões de pessoas. Na semana passada, uma mulher "dalit" de Gujarat (oeste) foi espancada até a morte por possuir um cavalo, considerado um símbolo de poder e riqueza.

AFP

TAGS