PUBLICIDADE
Notícias

Presidente chinês Xi Jinping tem caminho livre para governar pelo resto da vida

Enquanto abre a economia chinesa, o líder comunista ganha mais poder

11:09 | 11/03/2018
NULL
NULL

[FOTO1] 

A Assembleia Nacional Popular (ANP) da China aboliu, neste domingo, 11, o limite imposto até agora aos mandatos presidenciais, o que abre o caminho para que o presidente Xi Jinping imponha sua visão a longo prazo de uma superpotência mundial submetida ao Partido Comunista. Xi Jinping, 64 anos, se torna o presidente chinês com o maior poder em quase três décadas e terá condições de permanecer no comando do País além do período de seu atual mandato, que termina em 2023.

 

Um total de 2.958 dos quase 3.000 delegados da ANP aprovaram, sem surpresas, a medida como parte de um pacote de reformas constitucionais. Foram registrados apenas dois votos contrários e três abstenções. Até agora, a Constituição estabelecia um limite de dois mandatos presidenciais de cinco anos cada. Para modificar esta regra era necessária uma maioria de dois terços.

 

A emenda também introduz na Constituição o "Pensamento Xi Jinping" e, em seu artigo primeiro, o "papel dirigente" do Partido Comunista Chinês (PCC). Esta mudança pode provocar um aumento da repressão aos opositores do regime, que poderiam ser acusados de ataque à Constituição simplesmente por criticar o controle do Partido Comunista.

 

Desde que assumiu a liderança do PCC no fim de 2012 e do Estado no início de 2013, Xi Jinping aumentou gradualmente a autoridade do regime

 

AFP 

 

TAGS