PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Família de Schumacher já gastou mais de R$ 110 milhões com tratamento

O jornal alemão Bunte diz que o ex-piloto tem apresentado estado de saúde estável. Relatórios médicos e evoluções diárias do tratamento fazem com que a família de "Schumi" acredite em uma melhora

14:06 | 03/01/2018
NULL
NULL (Foto: )
[FOTO1]
Há pouco mais de quatro anos atrás, no dia 29 de dezembro de 2013, o ex-piloto de Fórmula 1 Michael Schumacher sofreria um acidente que lhe traria consequências até hoje. O alemão, que completa 49 anos nesta quarta-feira, 3, esquiava na França, quando bateu com a cabeça em uma pedra e sofreu um traumatismo craniano considerado grave. Embora tenha deixado o hospital desde setembro de 2014, ele ainda recebe tratamento em sua casa, na Suiça, até hoje. A informação é do portal IG.
O jornal alemão Bunte diz que o ex-piloto tem apresentado estado de saúde estável. Relatórios médicos e evoluções diárias do tratamento fazem com que a família de "Schumi", como era chamado, acredite em uma recuperação. Ao periódico, um amigo da família disse que a esposa e os filhos do alemão estão no aguardo de um "milagre médico".
Para isso, conforme a publicação espanhola As, as despesas da família com o heptacampeão já atingiram a marca de 28 milhões de euros, o que corresponde a aproximadamente R$ 110 milhões. Ainda conforme o jornal, Schumacher gasta pelo menos 140 mil euros - R$ 549 mil - por semana. Este valor é destinado a tratamentos e aparatos médicos.
O mesmo amigo afirmou que Schumacher envia sinais "a partir do seu mundo distante" e, apesar das circunstâncias, "está bem". A família do alemão, no entanto, mantém segredo sobre o real estado de saúde do ex-piloto. 

Redação O POVO Online

 
TAGS