PUBLICIDADE
Notícias

Calça aberta para crianças chinesas gera debate sobre tradição e modernidade

As Kai dang ku são tradicionais nas áreas rurais. A vestimenta possibilita que bebês façam necessidades fisiológicas ao ar livre

13:29 | 06/01/2018
NULL
NULL

[FOTO1]

Mesmo depois da revolução das fraldas descartáveis na China moderna, o uso das Kai dang ku ainda é visível. Trata-se de uma calça que tem uma abertura na parte de trás que possibilita que as crianças façam necessidades fisiológicas ao ar livre. Entretanto, muitos estrangeiros e chineses mais jovens não entendem a prática. Para eles, o hábito não é higiênico e é antissocial. Já alguns especialistas afirmam que a calça traz benefícios para os bebês.

Com o intuito de fazer as crianças aprenderem a ir ao banheiro desde cedo, a calça dá liberdade e acelera a prática. No ocidente, as crianças são ensinadas a fazer necessidades fisiológicas no banheiro somente depois de um ano de vida. A Kai dang ku permite que bebês de quatro meses comecem a entender quais locais são apropriados para o alívio.

Em uma entrevista para a BBC, a médica de MTC (Medicina Tradicional Chinesa), Yiting Huang, afirma que as fraldas descartáveis podem trazer infecções se não forem trocadas constantemente. As calças chinesas são uma alternativa para isso. Mas, mesmo assim, acredita que as descartáveis são mais higiênicas.

Fabricantes continuam apresentando esse produto aos consumidores por saberem que a tradição ainda está longe de acabar. Apesar de ser mais comum nas áreas rurais, a Kai dang ku ainda é vendida na cidade e tem bastante adesão.

 

Redação O POVO Online

TAGS