PUBLICIDADE
Notícias

Veteranos de guerra do Zimbábue convocam protestos contra Mugabe

05:32 | 21/11/2017
NULL
NULL

[FOTO1] 

A influente organização de veteranos da guerra de independência do Zimbábue convocou protestos nesta terça-feira para derrubar "imediatamente" o presidente Robert Mugabe, que está no poder há 37 anos.

"Toda a população deve abandonar o que está fazendo e seguir para a 'Casa Azul'", a residência privada do presidente do Zimbábue, para que Mugabe "abandone o poder imediatamente", declarou à AFP o líder dos veteranos de guerra, Chris Mutsvangwa.

"As manifestações devem começar já", completou, antes de informar que os protestos estavam previstos para quarta-feira.

No sábado passado, dezenas de milhares de pessoas protestaram em Harare e na segunda maior cidade do país, Bulawayo, para exigir a renúncia do presidente de 93 anos, o chefe de Estado mais velho do planeta.

Chris Mutsvangwa disse que sentiu-se "estimulado" pelo comunicado publicado algumas horas antes pelo ex-vice-presidente Emmerson Mnangagwa, no qual pediu a renúncia de Mugabe para que o "país possa avançar".

No dia 6 de novembro, Emmerson Mnangagwa foi destituído da vice-presidência por pressão de Grace Mugabe, esposa do presidente que aspirava sucedê-lo.

A destituição provocou a intervenção das Forças Armadas, que desde 15 de novembro controlam o país.

Robert Mugabe se nega a renunciar, apesar das pressões das Forças Armadas, de seu partido, que retirou o apoio ao presidente, e das manifestações nas ruas.
A princípio, o Parlamento do Zimbábue deve iniciar nesta terça-feira um processo de impeachment contra Mugabe.



AFP

TAGS