PUBLICIDADE
Notícias

Negro abraça neonazista e pergunta o motivo de ele o odiar

19:45 | 24/10/2017
NULL
NULL

[FOTO1]

O técnico de futebol americano Aaron Courtney tomou uma atitude inesperada na semana passada. Na Universidade da Flórida, nos Estados Unidos, Courtney, que é negro, abraçou um jovem que estampava várias suásticas na camisa que vestia. Ele ainda dirigiu uma pergunta para o neonazista: "Por que você me odeia?". As informações são do O Globo.

O homem abraçado, identificado como Randy Furniss, já havia levado um soco no rosto de outro manifestante averso à manifestação supremacista.

[VIDEO1] 

Em entrevista ao New York Daily News, o homem falou que poderia ter batido nele, mas alguma coisa no seu interior disse "você quer saber? Ele só precisa de amor". Ele revelou ainda que, diante da oportunidade de conversar com alguém que o odeia, quis saber o motivo. No início, ele foi ignorado por Furniss, mas Courtney insistiu. Na terceira vez, o neonazista envolveu os braços sobre ele. Foi o momento em que Courtney diz ter sentido o sussurro de Deus ao seu ouvido. "Você mudou a vida dele".

[FOTO2] 

Ele perguntou novamente o motivo do ódio. Foi nesse instante que finalmente recebeu uma resposta. "Eu não sei". Após o abraço de Courtney, ele foi retirado da área do protesto.

Redação O POVO Online

TAGS