PUBLICIDADE
Notícias

Menina tem cabelos crespos raspados por escola por motivos de "higiene"

O advogado da família da criança diz ter achado estanho o comentário dos funcionários de que os fios de cabelo da criança nasceriam lisos depois de raspados

16:00 | 24/10/2017
NULL
NULL

[FOTO1]

Uma criança identificada apenas como Tru, de 7 anos, teve seus cabelos crespos raspados, sem autorização de seus pais, em uma escola de Massachusettes, nos Estados Unidos. Ela foi levada ao cabeleleiro por funcionários da escola "Little Heroes Group Home", onde passa parte do dia, recebendo apoio de profissionais por conta problemas emocionais. As informações são do Catraca Livre.

De acordo com a mãe, Denise Robinson, além de ser levada sem consentimento ao cabeleireiro, ela ouviu que seus cabelos cresceriam lisos. Ao jornal The Sun, Denise disse que a escola argumentou que precisou cortar o cabelo da criança por questões higiênicas, o que ela não acredita, já que a filha não estava com piolhos.

Denise tirou a filha do colégio e, agora, pretende processar a instituição. A "Little Heroes Group Home", em comunicado, reafirmou que a atitude foi por higiene. O comunicado ainda diz que o programa emprega uma equipe diversificada que está atenta às demandas de todas as crianças. As decisões relacionadas à higiene, informa o texto, se baseiam em diversos fatores.

O advogado de Denise afirma ter achado bastante estranho o comentário dos funcionários de que os fios de cabelo da criança nasceriam lisos depois de raspados. Denise entende que a filha sofreu uma violência.

 

Redação O POVO Online

TAGS