PUBLICIDADE
Notícias

Mundo do surf lamenta morte da promessa das ondas que morreu em swell de furacão

Zander pegava uma sessão de ondas no Pico de Box by Box, na costa leste da ilha do Caribe, quando seu corpo foi visto boiando

19:39 | 07/09/2017
NULL
NULL

[FOTO1] 

Uma das maiores promessas do surfe de Barbados, o adolescente de 16 anos Zander Venezia morreu nesta terça-feira, 16, em um swell gerado pelo furacão Irma. O caso comoveu os atletas e as autoridades do surfe em todo o mundo.
Zander pegava uma sessão de ondas no Pico de Box by Box, na costa leste da ilha do Caribe, quando seu corpo foi visto boiando. A suspeita é que ele tenha batido a cabeça em pedras no mar.

Os procedimentos de massagem cardíaca foram iniciados por surfistas que estavam na água, como o havaiano Nathan Florence, irmão do campeão mundial John John Florence, e o americano Balaram Stack.

Zander Venezia era apontado como um dos mais talentosos surfistas de Barbados, tendo vencido uma competição na Carolina do Norte. Este ano, ele ainda havia conquistado o troféu da etapa do Rip Curl Grom Search em Outer Banks.
[SAIBAMAIS]"A comunidade do surfe está em choque desde terça-feira, 5, depois de tomar conhecimento de que um de seus filhos favoritos, Zander Venezia, de 16 anos, de Bridgetown, Barbados, morreu enquanto surfava em condições sólidas em um fundo raso perto de sua casa, em um lugar chamado Box by Box", lamentou a Liga Mundial de Surfe (WSL, na sigla em inglês).

Kelly Slater, surfista multicampeão, contou que era amigo da família do adolescente e publicou homenagem ao jovem na sua página no Instagram, quando Venezia tinha apenas cinco anos. "Para todos, você era tão bom amigo quanto surfista. Obrigado pelo impacto que você teve naqueles que estiveram ao seu redor durante sua vida, com alegria e propósito. E obrigado por tirar esta foto comigo quando você tinha cinco anos. Vou te estimar para sempre. Louis Venezia (pai de Zander), meus pêsames não vão mudar nada. As palavras não são suficientes para sua família e a perda de um filho. O luto sentido por muitos se estende ao trabalho que vocês fazem pelo surfe. Muito amor à minha família de Barbados", escreveu.

“Ele era um dos melhores amigos dos meus filhos e como um filho para mim. Ele tinha acabado de falar para o Dylan (Graves, outro surfista): 'Acabei de pegar a melhor onda da minha vida'. Me sinto vazio, estamos confusos aqui", disse o ex-surfista profissional e instrutor da modalidade, Alan Burke, ao site Surfline.

[VIDEO1]

Redação O POVO Online

TAGS