PUBLICIDADE
Notícias

Porcos salvos de incêndio são servidos aos bombeiros que os resgataram

Como prometido, seis meses depois, a fazendeira deu algumas linguiças orgânicas, feitas de alguns dos porcos que foram resgatados das chamas

15:40 | 23/08/2017
Imagem do churrasco sendo feito pelos bombeiros com as linguiças de alguns dos porcos salvos
Imagem do churrasco sendo feito pelos bombeiros com as linguiças de alguns dos porcos salvos

[FOTO1]

Uma fazendeira teve 18 porcos bebê salvos de um incêndio em um celeiro, em fevereiro deste ano, no vilarejo de Pewsey, no condado de Wiltshire, no sudoeste da Inglaterra. Como forma de agradecimento e após promessa, seis meses depois, ela deu algumas linguiças orgânicas, feitas de alguns dos porcos que foram resgatados das chamas. O corpo de bombeiros fez um churrasco com os embutidos e postaram as fotos nas redes sociais nesta segunda-feira, 21.

 

Ao todo, foram 20 animais, 18 porcos e duas porcas adultas, resgatados após uma pane elétrica ter colocado fogo numa fazenda em Milton Lilbourne, no Reino Unido. A fazendeira, Rachel Rivers, enfrentou críticas pela postura de agradecer aos profissionais oferecendo as linguiças dos suínos em questão, de acordo com informações do jornal britânico The Guardian. Rachel compreendeu as reclamações e sabia que apareceriam vegetarianos e grupos ligados aos direitos dos animais que não ficariam felizes. No entanto, ela disse: "isso foi apenas um gesto simbólico para o departamento. Eles estavam muito felizes com isso".

[VIDEO1]

"Estou certa que os vegetarianos vão odiar isso", disse ela em entrevista à BBC. Rachel ainda disse que "isso é o que a gente faz - não somos um santuário de animais. Nós damos aos porcos a melhor oportunidade e a melhor vida que eles poderiam ter por seis meses". Ela ainda afirmou que os animais são criados soltos e recebem alimentos orgânicos que cresce na própria fazenda. No período que ocorreu o incêndio os porcos tinham apenas duas semanas de vida. Depois que eles cresceram e engordaram é que foram para o abate.

[FOTO2] 

A equipe dos bombeiros postou fotos fazendo um churrasco com as linguiças. O texto que acompanhava o post dizia: "exatamente 6 meses e um dia desde que os bombeiros resgataram 18 jovens porcos de um incêndio, nós recebemos uma amostra dos frutos dos nossos trabalhos naquela noite de fevereiro. Um grande obrigado para Rachel Rivers por trazer alguns para que nós experimentássemos. Altamente recomendado pela equipe do corpo de bombeiros de Pewsey e se qualquer um dos nossos seguidores for dar um churrasco nesse final de semana, então chequem essas linguiças, elas são fantásticas".

[FOTO3] 

Nas redes sociais ocorreram várias reações negativas. Algumas questionando porque agradecer oferecendo as linguiças e outras perguntando por que não dizer um simples "obrigado" ou oferecer algumas flores. A organização People for the Ethical Treatment of Animals (Pessoas Pelo Tratamento Ético dos Animais, em tradução livre) chegou a dizer que enviaria pacotes de linguiças veganas para o corpo de bombeiros. Isto para que eles pudessem "ver como é fácil de serem heróis dos porcos - ao poupar todos eles do sofrimento". O corpo de bombeiros retirou o post e se desculpou por ter ofendido alguns grupos.

 

 

Redação O POVO Online

TAGS