PUBLICIDADE
Notícias

Pela primeira vez, Harvard tem maioria "não branca" de calouros

Conforme reportagem da BBC Brasil, entre os calouros que iniciam o ano letivo neste mês na instituição, 50,8% vêm de minorias. Nos 380 anos de história da universidade, é a primeira vez que isso acontece, segundo os números oficiais

23:13 | 03/08/2017
NULL
NULL

[FOTO1]

Neste ano, em Harvard, mais da metade dos estudantes que entrarão não será branca. Conforme reportagem da BBC Brasil, entre os calouros que iniciam o ano letivo neste mês na instituição, 50,8% vêm de minorias. Nos 380 anos de história da universidade, é a primeira vez que isso acontece, segundo os números oficiais. No ano passado, o percentual foi de 47,3%.

O marco histórico foi divulgado dias depois de Harvard se ver em meio a uma polêmica relacionada a ações afirmativas que envolveu o Departamento de Justiça dos Estados Unidos e o jornal The New York Times.

Na terça-feira, 1º de agosto, a publicação afirmou em reportagem que o órgão estava se preparando para processar universidades cujas políticas de admissão envolvessem ações afirmativas, sob a prerrogativa de que essas práticas discriminavam candidatos brancos.

O texto dizia, com base em um memorando interno, que recursos da divisão de direitos civis do departamento seriam usados na ação. O órgão respondeu, entretanto, que não tinha quaisquer planos de investigar se as universidades estavam escolhendo seus estudantes utilizando critérios raciais.

Porcentagem de estudamtes

A porcentagem dos estudantes de Harvard foi divulgada. Americanos de descendência asiática são 22,2% do total, seguidos pelos afro-americanos, com 14,6%. Os estudantes hispânicos e latinos respondem por 11,6% dos ingressantes e os descendentes de índios americanos e de habitantes das ilhas do Pacífico, juntos, somam 2,5%.

Redação O POVO Online

TAGS