PUBLICIDADE
Notícias

Motorista de atropelamento em Marselha tem 'transtorno psicótico'

07:43 | 22/08/2017

O motorista que investiu contra dois pontos de ônibus em Marselha, no sudeste da França, deixando um morto e um ferido em estado grave, "provavelmente sofre de transtorno psicótico" - revela um exame psiquiátrico.

Detido na segunda-feira, o homem, na faixa dos 30 anos, admitiu para a Polícia que três dias antes roubou uma van, com a qual atropelou duas pessoas. Não explicou suas motivações, disse o procurador de Marselha, Xavier Tarabeux, à AFP, nesta terça-feira, 22.

Na segunda pela manhã, o suspeito lançou sua van, uma Renault Master, contra dois pontos de ônibus em dois bairros do nordeste de Marselha. Uma mulher morreu, e outra ficou gravemente ferida.

Seu trajeto terminou no porto dessa cidade mediterrânea, onde foi detido.
No final de 2015, ele já havia sido condenado a três anos de prisão, dois deles na condicional, por roubo. Deixou a prisão em 17 de maio antes de ser internado em um hospital psiquiátrico.

Ele havia sido submetido a um exame psiquiátrico em novembro de 2015, o qual concluiu que não era "perigoso", disse Xavier Tarabeux.

Em seu veículo, os investigadores encontraram uma carta de um hospital psiquiátrico, um livro de filosofia e "um livro muito geral sobre o Islã", informou o procurador, acrescentando que nenhum elemento indica que tenha tido inclinações a cometer um atentado terrorista.

O episódio fez disparar os alarmes quatro dias depois de dois atentados na Espanha, que deixaram 15 mortos e 120 feridos. As autoridades disseram, porém, que os indícios apontam para um ato cometido por um desequilibrado.

AFP

TAGS