PUBLICIDADE
Notícias

Homens são presos na África do Sul acusados de canibalismo

Conforme a BBC, dois dos presos são curandeiros. Há a suspeita de que eles integrariam um grupo muito maior

18:50 | 24/08/2017

Na África do Sul, quatro homens acusados de canibalismo, homicídio e posse de partes de um corpo humano foram presos na última sexta-feira, 18, na cidade de Estcourt, na província de KwaZulu-Natal. As informações são do G1.

De acordo com a Associated Press, a investigação começou depois de um homem ter ido a uma delegacia afirmando "estar cansado de carne humana", dando parte de uma perna e uma mão para os policiais.

O homem que foi à delegacia ainda indicou uma casa, onde foi encontrada mais partes de corpo humano. Restos mortais foram examinados por peritos para saber se o corpo pertence a mais de uma pessoa.

O site sul-africano News24 informa que o vereador local Mthembi Majola disse que "centenas" de moradores da cidade revelaram ter ingerido pedaços de carne. Conforme a BBC, dois dos presos são curandeiros. Há a suspeita de que eles integrariam um grupo muito maior.

Na segunda-feira, os presos foram ao tribunal para serem oficialmente acusados. No lado de fora do tribunal, pessoas tentaram fotografar e filmar os acusados. Um forte esquema de policiamento foi montado para evitar a aproximação da população com os presos. Outra audiência está marcada para o dia 28 de agosto.

 

                                                                                         Redação O POVO Online

TAGS