PUBLICIDADE
Notícias

Homem processa marca de cerveja depois de encontrar duas lagartixas em lata

Toubbeh foi conduzido para uma emergência onde foi tratado com um sedativo e um remédio contra a náusea

22:45 | 10/08/2017
NULL
NULL

[FOTO1]

A Heineken e a gestora de uma rede de supermercados, chamada The Kroger CO, estão sendo processadas por um morador de Fountain Valley, na Califórnia, por ter encontrado dentro da cerveja duas lagartixas-leopardo mortas. George Toubbeh, 49 anos, achou os animais dentro de uma lata em agosto de 2015.

De acordo com Toubbeh, em entrevista concedida ao jornal "Los Angeles Times", depois de tomar um gole da cerveja, ele notou um gosto diferente. Em seguida, iniciaram fortes dores abdominais. Os animais foram encontrados por sua filha  e levados para seu advogado, John Montevideo, que examinou a lata após o pai começar a passar mal.

[FOTO2] 

Toubbeh foi conduzido para uma emergência onde foi tratado com um sedativo e um remédio contra a náusea. Seu advogado solicitou a avaliação de um biólogo. Os autos do processo mostram que as lagartixas estavam vivas quando a bebida foi colocada na lata e selada.

Em sua defesa, a Heineken afirma que as acusações não procedem. A empresa comunicou que prima pela segurança e integridade de seus produtos no maior nível possível. A Heineken diz que após ter investigado o caso de forma isolada e baseado em diversos fatores, acredita que não há razões para reclamação.

O advogado de Toubehh, no entanto, discorda. Ele entende que a ação é viável. O dinheiro da indenização seria destinado ao pagamento dos danos sofridos, os gastos médicos, possíveis ganhos perdidos e os custos com o trabalho da advocacia.

 

Redação O POVO Online

TAGS