PUBLICIDADE
Notícias

Justiça multa Barcelona em mais de R$ 20 mi em 'caso Neymar'

18:07 | 15/12/2016

O Tribunal de Justiça da Espanha condenou o Barcelona a pagar uma multa no total de seis milhões de euros, o equivalente a R$ 21 milhões, ao anunciar a sentença definitiva do "caso Neymar".

Divulgada nesta quarta-feira (14), o acordo firmado na Audiência Nacional de Barcelona dá o caso como encerrado, mas ainda considera uma série de atenuantes, como a reparação de danos e adoção de medidas para evitar novos delitos. O caso envolve o clube catalão e a Fazenda espanhola em irregularidades fiscais na contratação do atacante brasileiro Neymar. O Barcelona anunciou inicialmente que a transferência realizada em maio de 2013 havia custado 59,1 milhões de euros (aproximadamente R$ 212 milhões). No entanto, uma investigação concluiu que a negociação girou em torno de 86,2 milhões de euros, cerca de R$309 milhões.

Segundo as autoridades, a diferença de valores foi uma tentativa de diminuir o recolhimento de impostos. Porém, o jogador, seus pais e o clube sempre negaram as acusações.

[SAIBAMAIS] 

No entanto, há ainda uma outra acusação que envolve a transferência de Neymar. Em novembro, a Justiça recebeu uma denúncia do fundo de investimento DIS, que tinha 40% dos direitos de venda do atleta, em 2015. A empresa diz ter sido prejudicada ao não ter recebido nenhuma parte dos 40 milhões de euros dados pelo Barcelona ao atacante e seu pai em 2011 para ter prioridade de compra.

No processo, a DIS acusa Neymar, a família do jogador e membros da diretoria do Santos e Barcelona de corrupção e pede uma indenização entre 159 e 195 milhões de euros. Além disso, o fundo de investimentos solicitou que o brasileiro seja condenado a cinco anos de prisão, e o atual presidente do Barcelona, Josep María Bartomeu, e seu antecessor, Sandro Rosell a oito anos.

Agência Ansa
TAGS