PUBLICIDADE
Notícias

Compositor de Star Wars afirma que não assistiu aos filmes

O compositor disse que não teve impulso para ir ao cinema e assistir aos filmes, e admitiu que as pessoas podem achar isso estranho

19:28 | 23/12/2016
NULL
NULL

[FOTO1] 

John Williams, responsável pela icônica trilha sonora de 'Star Wars', contou que nunca assistiu aos filmes da franquia. Considerado um dos principais compositores da história do cinema, ele criou a famosa "Marcha Imperial" da saga.

O compositor disse que não teve impulso para ir ao cinema e assistir aos filmes, e admitiu que as pessoas podem achar isso estranho. "Eu deixo eles para lá. Nunca assisti aos filmes de 'Star Wars' e isso é absolutamente verdade. Quando termino um filme, já vivi tanto com ele, já fizemos tanto trabalho de gravação... Quando você sai do estúdio, pensa: 'ah, acabou'", contou Williams em entrevista ao Mirror nessa quarta-feira, 22.

[SAIBAMAIS]Williams possui 50 indicações ao Oscar e também disse que não considera os seus temas de “Satr Wars” clássicos. "Muito deles não são muito memoráveis e assim por diante. Eu fiz concertos e sinfonias e outras coisas que são algumas boas, outras não tão boas. Alguns são muito tocados e muitos são justamente esquecidos", comentou.

Ele disse que já começou a compor a trilha sonora de "Star Wars: Episódio VIII", que está previsto para estrear nos cinemas em dezembro de 2017. Além da parceria nos filmes de George Lucas, Williams assina a trilha de quase todas as produções de Spielberg, dentre elas "Jurassic Park".

Humildade
Na entrevista, Williams também disse que é preciso ter humildade tendo em vista que a história da música tem nomes consagrados como Mozart, Beethoven e Bach.

"Eu não sou tão brilhante que possa sentar e escrever uma melodia, ou um tema, ou uma cena inteira, ou um trabalho inteiro como Mozart poderia ter feito [...] Eu tenho que estar em um quarto sozinho o tempo todo porque é assim que a vida é. É um trabalho árduo, solitário e intensivo. Eu ainda uso lápis e papel. Eu não tenho um computador", resumiu.

Redação O POVO Online

TAGS