PUBLICIDADE
Notícias

Atriz Sofia Vergara é processada nos EUA por próprios embriões

Ex-noivo está processando a estrela por não querer ter filhos

18:34 | 08/12/2016

A atriz colombiana Sofia Vergara, estrela da série "Modern Family", é alvo de uma ação judicial sem precedentes nos Estados Unidos. Ela está sendo processada pelos seus próprios embriões congelados. A ação foi movida pelo seu ex-noivo, Nick Loeb, em Lousiana, em nome de "Emma" e "Isabella", como foram denominados os dois óvulos.

Conservados em uma clínica de fertilidade de Beverly Hills, os embriões foram fertilizados pelo ex-noivo da atriz, que agora acusa Sofia de "não poder mantê-los congelados para sempre e nem matá-los". A briga entre o casal, que se separou em 2014, após quatro anos de união, já vinha há um tempo e coloca em discussão nos Estados Unidos quando uma vida começa, quem tem o poder de encerrá-la e se os homens e mulheres têm o mesmo direito sobre os embriões.

O ex-noivo da atriz alega que, se Sofia Vergara não fizer os bebês nascerem, eles estarão sendo "privados da hereditariedade criada num fundo fiduciário entre eles". A ação legal cita como parte civil James Carnonnet, o "trustee" dos dois embriões. De acordo com o jornal "New York Post", as chances de que o processo seja vencido por Nick são grandes, pois, na Lousiana, o estado é conservador contrário ao aborto. O embrião é reconhecido como "pessoa jurídica" até que seja implantado no útero.

Nick Loeb já tinha movido uma ação contra a atriz, que é uma das mais bem pagas da televisão norte-americana, na Califórnia. "Ela quer que os embriões permaneçam congelados, mas os nossos filhos têm direito à vida", disse o ex-noivo, que afirma sua vontade de ser pai e que decidiu dar nome aos embriões para aumentar o apelo da causa.

ANSA
TAGS