PUBLICIDADE
Notícias

Dez civis mortos, a maioria crianças, em bombardeios na cidade síria de Aleppo

Devido a violentos combates para evitar que as forças do regime se apoderem da segunda cidade da Síria, segundo uma ONG

07:39 | 05/08/2016
Ataques aéreos contra os bairros insurgentes de Aleppo, que se encontra dividida desde 2012 nas zonas controladas pelas forças pró-governamentais a oeste e os bairros nas mãos dos rebeldes a leste, "mataram 10 civis, entre eles sete crianças, no setor de Marjé", informou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).
Mas este balanço pode se agravar, já que várias pessoas ficaram gravemente feridas, acrescentou a ONG, que não pôde informar a nacionalidade dos aviões que lançaram os bombardeios, que costumam ser sírios ou russos.
Em terra, continuavam ocorrendo violentos combates.
No dia 31 de julho, os rebeldes, apoiados pelo grupo extremista Fateh al Sham (antes Frente Al-Nosra, que se desvinculou da Al-Qaeda) lançaram uma contraofensiva no sul de Aleppo para romper o cerco imposto pelo regime em seus bairros do leste.
AFP
TAGS