PUBLICIDADE
Notícias

Boate Pulse reabrirá como memorial às vítimas do massacre

A informação foi dada pelos proprietários da boate, que criaram uma fundação para dar assistência às vítimas

12:00 | 01/08/2016
NULL
NULL

A Boate Pulse, cenário do massacre que deixou 49 mortos e 53 feridos em Orlando (EUA), reabrirá como um memorial às vítimas do atirador Omar Mateen, no último dia 12 de junho. A informação foi divulgada no Instagram OnePulse Foundation, fundação criada pelos proprietários da boate a fim de "prestar assistência financeira às vítimas" e "contribuir para criar um memorial permanente no local", conforme diz o site da fundação.

"Vocês ouviram direito! Nós reabriremos a Pulse como um memorial para as 49 vidas que foram tiradas de nós em 12 de junho", diz a publicação desse domingo, 30, que pede doações para realizar o projeto.

[VIDEO1]

De acordo com o Orland Sentinel, a fundação sem fins lucrativos foi registrada em 7 de julho, mas os documentos apresentados não especificavam que tipo de memorial será construído e se todo o local será transformado em monumento.

O ataque

Omar Mateen entrou na boate Pulse, na Flórida (EUA), no dia 12 de junho, portando uma pistola e um fuzil AR-15, e deixou 49 pessoas mortas e outras 53 feridas. Com a quantidade de mortos,  o caso é considerado o maior ataque decorrente de tiroteio em massa na história recente dos Estados Unidos.

O atirador chegou a negociar sua rendição com a polícia por cerca de três horas. Contudo, saiu do local atirando e foi morto pelos policiais.

Redação O POVO Online

TAGS