PUBLICIDADE
Notícias

Suspeito de Dallas acumulou arsenal em sua casa no subúrbio

23:00 | 08/07/2016
Um veterano do exército norte-americano morto pela polícia de Dallas após atiradores de elite matarem cinco policiais acumulou um arsenal pessoal em sua casa no subúrbio, incluindo materiais para elaboração de bombas, coletes à prova de balas, rifles, munição e um diário de táticas de combate, de acordo com autoridades.

O homem identificado como Micah Johnson, de 25 anos, disse às autoridades que ele estava chateado com a morte de dois negros por policiais no começo da semana e que queria exterminar os brancos, "especialmente policiais brancos", segundo os oficiais.

Ele foi morto por uma bomba entregue por um robô depois da troca de tiros, que marcou o dia mais mortal para policiais americanos desde os ataques terroristas de 11 de setembro de 2001. No total, 12 oficiais foram baleados.

Na Geórgia, Missouri e Tennessee, autoridades disseram que civis armados também atiraram contra policiais em ataques individuais após homens negros serem mortos na Louisiana e Minnesota. Dois policiais foram feridos, um de forma crítica.

O presidente Barack Obama e o governador do Texas, Greg Abbott, pediram por orações do povo americano. Em uma carta publicada online, Abbott disse que "toda vida importa" e pediu pela união dos texanos. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS