PUBLICIDADE
Notícias

Professora para de dar aulas e vira jogadora profissional de 'Pokémon Go'

O hobby também vai virar uma fonte de renda

09:55 | 26/07/2016
NULL
NULL

O jogo 'Pokémon Go' virou a mais nova ocupação da britânica Sophia Pedraza, de 26 anos, que largou o emprego de professora para se tornar uma jogadora profissional do game. O hobby também vai virar uma fonte de renda. De acordo com Sophia, a ideia é evoluir contas no aplicativo e vendê-las na internet.

Segundo reportagem do jornal inglês "Metro", a ex-professora, que ganhava 2 mil libras (cerca de R$ 8,6 mil) por mês dando aulas particulares de matemática, inglês e música, disse que o jogo é rentável, pois  "se você dedicar seu tempo você pode chegar ao nível 15 depois de um dia ou dois. Eu planejo comprar mais smartphones para jogar várias contas de uma só vez".

Pedraza conta que, no site de leilões virtuais, um personagem evoluído até o nível 20 é vendido por mil libras e revela que chega a jogar 18 horas em um só dia.

Pokémon Go

Lançado em 36 países e em Hong Kong desde o começo deste mês, o jogo tem previsão de chegada na América Latina no próximo domingo, 31.
Em Pokémon Go, o jogador usa a câmera e o GPS do celular para buscar os monstros da franquia da Nintendo no mundo real, e então capturá-los – com uma pokébola virtual - para ganhar pontos. O game gratuito de realidade aumentada tem formato direcionado a smartphones Android e iOS.

 Redação O POVO Online

TAGS