PUBLICIDADE
Notícias

COI não suspende Rússia dos Jogos, mas estabelece critérios rigorosos

11:50 | 24/07/2016
O Comitê Olímpico Internacional (COI) decidiu neste domingo não suspender o Comitê Nacional Olímpico Russo (ROC), deixando para as federações internacionais a decisão de avaliar a participação de cada atleta do país nos Jogos do Rio, com base em critérios muito rígidos.
Na quinta-feira, o Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) confirmou decisão da Federação Internacional de Atletismo (IAAF) de banir a Rússia do esporte, por conta das revelações de doping sistemático no país.
Essa medida não será aplicada para os outros esportes, apesar de novas denúncias avassaladoras do relatório McLaren, que evidenciou a participação do governo e dos serviços secretos ao esquema.
As federações internacionais das demais modalidades terão a possibilidade de validar a participação dos atletas que considerem 'limpos'.
A IAAF chegou até a tomar uma medida semelhante, ao 'repescar' a saltadora em distância Darya Klishina que treinava na Flórida, onde é submetida a exames mais rigorosos do que em seu país.
A entidade também chegou a autorizar a meio-fundista Yuliya Stepanova a disputar os Jogos por conta da sua contribuição na denúncia do escândalo, mas o COI resolveu vetar sua participação neste domingo.
A decisão foi tomada porque, de acordo com os critérios muito rigorosos estabelecidos para liberar a participação de atletas russos, nenhum deles pode ter testado positivo no passado, o que foi o caso de Stepanova.
AFP
TAGS