PUBLICIDADE
Notícias

Papa possibilita afastamento de bispos em caso de pedofilia

Papa Francisco apresentou o novo decreto neste sábado, 4, e defende a punição de bispos em casos de pedofilia, incluindo aqueles que omitirem informações sobre o crime

15:49 | 04/06/2016
NULL
NULL
Papa Francisco incorpora novo decreto ao direito canônico que possibilita o afastamento de bispos acusados de abusar sexualmente menores ou adultos vulneráveis. “Com a presente, quero precisar que entre estas chamadas causas graves se inclui a negligência dos bispos nos exercícios de suas funções, em particular no que diz respeito aos casos de abusos sexuais contra menores e adultos vulneráveis”, esclareceu o pontífice. O código de Direito Canônico estabelece que a destituição de cargos só pode ser realizada por causa consideradas graves. 
 
A Carta Apostólica, intitulada “Como uma mãe amorosa”, apresentada neste sábado, 4, afirma que a Igreja ama todos os seus filhos, mas busca ter mais atenção e proteger os mais frágeis e sem defesa. Por esse motivo, é dever dos bispos “mostrarem uma diligência especial na proteção dos mais frágeis”. 
 
O pontífice defendeu e pediu a punição dos acusados de abusos sexuais contra menores. Também destacou que os bispos que omitirem alguma informação devem renunciar de seus cargos. Uma instância judicial foi criada no Vaticano para julgar os envolvidos. 
 
Redação O POVO Online 
TAGS