PUBLICIDADE
Notícias

Não haverá novas negociações com Brexit, diz UE

19:49 | 22/06/2016
Presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, alerta Reino Unido com mensagem clara: "fora é fora". Presidente francês, François Hollande, reitera que referendo britânico coloca o projeto europeu em risco. O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, insistiu nesta quarta-feira (22/06) que "não haverá qualquer tipo de nova negociação" com o Reino Unido na sequência do referendo sobre a permanência ou não na União Europeia (EU), sublinhando que uma saída será definitiva. "Fora é fora", afirmou Juncker, quando questionado sobre o referendo durante uma conferência de imprensa conjunta com o chanceler austríaco, Christian Kern, em Bruxelas, na véspera da consulta no Reino Unido, agendada para quinta-feira. O presidente da Comissão Europeia apontou que "os políticos britânicos e os eleitores britânicos devem saber que não haverá qualquer tipo de nova negociação" com Londres, recordando que os restantes 27 Estados-membros já fizeram muitas concessões no quadro do acordo fechado com o primeiro-ministro, David Cameron, em fevereiro. Para a sexta-feira está prevista uma reunião, em Bruxelas, entre os presidentes das principais instituições europeias, designadamente Juncker, Donald Tusk (Conselho Europeu) e Martin Schulz (Parlamento Europeu), e ainda Mark Rutte, primeiro-ministro da Holanda, país que detém, até julho, a presidência rotativa da União Europeia, para discutir o resultado do referendo. "Consequências extremamente graves" O presidente da França, François Hollande, afirmou que o referendo britânico coloca o futuro da União Europeia em risco. "Se a escolha for deixar a UE, isso seria irreversível", disse Hollande, em Paris. "Será um risco muito sério para o Reino Unido perder o acesso ao mercado único e tudo o que faz parte do espaço econômico europeu. Todo mundo precisa estar bem consciente disso", disse Hollande, alertando para "consequências extremamente graves". O presidente francês garantiu que viajará a Berlim na próxima semana. "Aconteça o que acontecer, estarei na Alemanha na próxima semana para trabalhar [...] no sentido de relançar o projeto europeu", concluiu Hollande. PV/lusa/dpa/afp/rtr
TAGS