PUBLICIDADE
Notícias

Emissora de tv entrevista homem que afirma ter sido amante de atirador de Orlando

De acordo com ele, o atentado foi motivado por vingança contra os porto-riquenhos

09:20 | 22/06/2016
NULL
NULL

Um homem foi entrevistado pela rede de televisão Univisión e afirmou ter sido amante de Omar Mateen, o atirador que matou 49 pessoas em uma boate gay de Orlando na madrugada do último dia 12.

De acordo com ele, Omar teria atacado a boate Pulse não por terrorismo, mas por vingança contra os porto-riquenhos.

A emissora Univisión é americana, transmite sua programação em castelhano e se dedica a comunidade hispano-americana dos Estados Unidos.

[SAIBAMAIS3]Durante a entrevista, o homem pediu para ocultar seu nome e o rosto. Ele contou que Mateen disse a ele que uma vez teve uma relação sexual sem proteção com dois porto-riquenhos que conheceu na Pulse e depois ficou sabendo que um deles tinha HIV.

Os dois teriam se conhecido em um aplicativo gay de encontros. Depois do massacre, o homem entrou em contato com o FBI para relatar que manteve uma relação com ele por dois meses, nos quais se viram entre 15 e 20 vezes.

De acordo com a emissora, o FBI confirmou ter ouvido a testemunha.

O entrevistado revelou ainda que a esposa de Mateen sabia que ele era gay e mantinha com ele um casamento de fachada.

Redação O POVO Online

TAGS