PUBLICIDADE
Notícias

Começa julgamento do Led Zeppelin por plágio em "Stairway to Heaven"

09:46 | 15/06/2016
Jimmy Page e Robert Plant no tribunal em Los AngelesBanda lendária do rock britânico vai a tribunal, acusada de copiar trecho instrumental de grupo desconhecido de Los Angeles. Integrantes do Led Zeppelin classificam acusação de plágio como "ridícula". O processo por plágio envolvendo a canção Stairway to Heaven, do lendário grupo de rock britânico Led Zeppelin, transcorre nesta quarta-feira (15/06), em Los Angeles, Califórnia. O julgamento deve durar cinco dias, e a decisão cabe a um júri composto por quatro homens e quatro mulheres. Na terça-feira, os ex-integrantes Jimmy Page e Robert Plant, compositores do hit que arrecadou 562 milhões de dólares, compareceram à sessão de escolha dos jurados do tribunal. Os advogados da banda Spirit, de Los Angeles, alegam que o solo de guitarra no início da música foi copiado do instrumental de Taurus, lançado em 1968 pelo grupo que não chegou a alcançar fama. Stairway to Heaven foi gravada em Londres entre dezembro de 1970 e janeiro de 1971. A ação foi movida por Michael Skidmore, amigo e gestor do patrimônio do guitarrista Randy Wolfe, morto em 1997. A acusação, classificada por Jimmy Page como ridícula, foi apresentada em 2014. Ele e Robert Plant alegam nunca ter tido contato com a Sprit nem escutado suas músicas. O advogado do guitarrista da Sprit, Francis Malofiy, adiantou que aceitaria até um acordo de um dólar, desde que a Led Zeppelin conceda crédito póstumo a Wolfe. O reconhecimento significaria milhões de dólares em direitos futuros sobre a canção. Não é a primeira vez que o Led Zeppelin é acusado de plágio. O conjunto também fez acordos extrajudiciais por acusações envolvendo canções como Babe, I'm gonna leave you, Whole lotta love e Dazed and confused. KG/dpa/afp
TAGS