PUBLICIDADE
Notícias

Secretário de Defesa dos EUA cancela visita à China, em fase de tensão bilateral

15:40 | 08/04/2016
O secretário de Defesa dos Estados Unidos, Ash Carter, desistiu de uma visita planejada neste mês para Pequim, em meio a crescentes tensões entre o governo norte-americano e a China por causa de águas disputadas do Mar do Sul da China.

Carter, que aceitou publicamente um convite de Pequim em dezembro, viajaria durante este mês para a Ásia. O governo de Pequim foi informado há várias semanas, porém, que ele não incluiria uma parada na capital chinesa, segundo funcionários dos EUA.

Durante a viagem, Carter visitará as Filipinas - um dos principais rivais dos chineses nas reivindicações pelos territórios marítimos -, para observar exercícios militares conjuntos e finalizar um acordo que permite que tropas norte-americanas fiquem estabelecidas no país pela primeira vez desde 1992. Ele também passará pela Índia, que reforçou seus laços na defesa com os EUA nos últimos anos, em grande medida devido a preocupações sobre a China.

Autoridades do setor de Defesa explicaram que a visita de Carter a Pequim foi adiada, atribuindo isso ao cronograma. Segundo eles, porém, o chefe do Pentágono pode ainda visitar a cidade neste ano. Em comunicado, o governo norte-americano diz que os dois países mantêm comunicação e coordenação sobre a data da visita.

O Ministério das Relações Exteriores da China não respondeu a um pedido de comentário sobre o assunto. Não estava claro se a mudança no cronograma teria como intenção enviar uma mensagem a Pequim. Os dois países têm mostrado crescente divergência diante dos esforços de Pequim para reforçar suas reivindicações no Mar do Sul da China. Vietnã, Malásia, Taiwan, Brunei e Filipinas também reivindicam partes dessa região. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS