PUBLICIDADE
Notícias

Ministro sueco deixa cargo após suposta ligação com radicais turcos

15:40 | 18/04/2016
O ministro de habitação da Suécia, Mehmet Kaplan, deixou hoje seu cargo após diversas polêmicas sobre o seu contato com islamitas e ultranacionalistas da Turquia, sua terra natal.

Kaplan, membro do Partido Verde e ex-porta-voz do Conselho Muçulmano da Suécia, disse que não fez nada de errado, mas que estava renunciando ao cargo por causa das críticas contra ele, que estariam interferindo no seu trabalho como ministro.

As críticas a Kaplan começaram após a mídia sueca publicar fotos que mostravam ele em um jantar acompanhado de alguns membros e do líder do "Grey Wolves", grupo de radicais turco. Além disso, ele também tem sofrido críticas após ter comparado o tratamento de Israel contra os Palestinos ao modo como os nazistas perseguiam os judeus.

Kaplan disse a repórteres que sua renúncia não é uma confirmação das acusações contra ele, que considera injustas. "Eu sei quem eu sou e o que eu fiz". Fonte: Associated Press.

TAGS